sábado, 5 de fevereiro de 2011

…E lá se foi o 31

Não sou muito de prestar “vassalagem” aos jogadores de futebol, porque entendo que são profissionais muito bem pagos e é sua obrigação servir a entidade patronal jogando bem ou pelos menos “dar o litro”.
Como é evidente isto no Sporting não tem acontecido, julgo que tem muito a ver com a falta de liderança.
Mas toda a regra tem excepção, e Liedson é um destes casos, ainda na Sexta-feira, no seu último jogo pelo Sporting, voltou a dar uma lição de profissionalismo e mostrar a alguns pseudo jogadores da bola o que é exigência competitiva.

Ao fim de oito anos pensou “Já chega de andar a correr para estes gajos” fez as malas e rumou até ao Corinthians.

Pessoalmente vou ter saudades deste 31, e julgo que o Campeonato Português fica mais pobre.

7 comentários:

José disse...

Se ele gosta-se mesmo a sério do Sporting levava o Paulo Sérgio com ele.

Luis Eme disse...

sou benfiquista e também escrevi sobre ele no meu "largo", Zé.

o quanto eu gostava que ele tivesse passado as últimas oito épocas na Luz.

Anónimo disse...

O que mais admirei no "levezinho", mais que a sua astúcia e inteligência dentro de campo, foi a coragem ("Coragem" essa que faltou ao velho capitão)de estar quase oito anos num clube sem ganhar (troféus) nada.

A noite de sexta-feira foi tão negra (após o jogo um familiar meu foi parar ao Santa Maria com a tensão altíssima), que ontem nas Caldas às 11h da manhã, ainda estava escuro. Nem o Sol queria aparecer. Eu tenho de falar calma e seriamente com o teu neto. Um abraço amigo do
Pimenta

Antonio Abilio Frazão da luz disse...

Tudo o que é bom se acaba!
Pois o Levezinho era o melhor que passou no Sporting nas útimas 8 epocas e vai levar o seu tempo a ter-se outro que o fassa esquecer, pois não se ouve falar em ninguém que tenha a mesma fibra na liga Portuguesa dos cochos, ou dos que só sabem se amandar ao chão, porque a relva é macia.
Amigo Zé nós vamos aguentar porque somos dedicados ao nosso Sporting e o novo executivo vai de certo resolver a situação teem é que ser um home que tenha muito dinheiro, mas vai. Já é tempo.
Um abraço do também Sportingista Antonio Abilio

Victor Pessa disse...

O Sporting não precisa do 31 porque já tem um e muito grande. De facto só damos valor ao que temos quando as perdemos. O Liedson é um jogador como existem poucos, só teve (quanto a mim) o azar de estar no clube errado por demasiado tempo. As más lideranças fazem com que jogadores como estes pareçam "maças podres" aos olhos das cabeças pensantes que vão regendo o clube da forma que todos vamos assistindo. Depois assistimos ao milagre da transformação quando essas maças passam a boas, mas aí já é tarde. Só tenho de agradecer ao Liedson os grandes momentos de futebol que me proporcionou assistir e que tenha enormes sucessos no seu novo clube. Obrigado 31.

zeparafuso disse...

Ainda bem que não são empregados do clube. Se fossem seriam despedidos como o Costinha. Não se pode dizer uma verdade na democracia leonina.

MaximinoMartins disse...

Também sou dos que vibraram muitas vezes com os golos do Liedson...
É verdade que não ganhou nenhum campeonato, mas não teve assim tão longe..
Um foi-se devido a uma carga do Luizão ao nosso guarda-redes Ricardo e deu golo...
Outro foi-se porque o jogador Ronny do Paços a meteu lá dentro com mão e todos viram...,menos o árbitro...

O Sporting está mal, mas eu ainda acredito que é possível voltarmos a ter de volta um dos maiores Clubes com mais de cem anos de História e com muitos exitos...
Vamos ter calma...ou vai em Março...ou já será tarde ...!!!

Um abraço para todos os sportinguistas e também para os outros...