quarta-feira, 12 de março de 2008

As Noites de Domingo

A “malta” do blog dos Antigos alunos do Ramalho Ortigão, está a “ Tentar reconstituir os locais de encontro das juventudes caldenses entre as décadas de 40 e 70. Narra-nos um pequeno depoimento com lembranças de algum desses lugares onde "foste feliz".
E o que distinguia os locais, o que vos fazia preferir uns aos outros? A localização, os jogos, a qualidade da imperial ou das bifanas, as pessoas que lá iam, as horas a que fechavam, as conversa, o dono ou os empregados, tudo o que se lembrarem.”
Respostas para:
inqueritoscaldas@gmail.com

Ao pensar no tema proposto dou comigo a relembrar algumas coisas, nomeadamente das noites de Domingo, que começavam com um passeio pela Rua das Montras e acabavam no Café Lusitano. Com o pretexto de beber um café e ver televisão, estes momentos eram aproveitados para namorar, sempre sobre o olhar atento dos Pais da “menina”, porque no início da década de setenta uma saída nocturna a sós com a “pequena” era assunto fora de questão.

Sem comentários: