domingo, 16 de março de 2008

Do Ford Capri ao Fiat 600

Eu confesso que para mim os carros são “coisas” com rodas que servem para a gente se deslocar de um lado para o outro e ponto final. Quando a conversa é sobre “máquinas” dou comigo a pensar que estes fulanos são maluquinhos.
Mas há carros e carros. Este fim-de-semana encontrei-me com uns camaradas de “Outras Guerras”, e o meu Amigo Joaquim Rodrigues (Barriguinhas para os amigos), que tem a tal “pedrada” por carros antigos, desta vez apresentou-se na reunião com este magnifico exemplar dos anos setenta que se portou lindamente na viagem de Castelo Branco a Pardilhó (Murtosa) e regresso. Em matéria de carros antigos este meu amigo é reincidente, se não vejam este magnifico Fiat 600, outra preciosidade, que ele trouxe noutro encontro.

1 comentário:

Acordomar disse...

para mim, carro, é mesmo para andar e me levar onde quero ir :))
mas ha mesmo quem goste muito destas antiguidades ;)

vi que condutor quase nao cabe no Fiart 600 eheh

tem uma Santa Pascoa *