domingo, 20 de março de 2011

Electro Líder -24 Anos

Tentando contrariar a ideia generalizada que “isto não tem ponta por onde se pegue” A Electro Líder “pegou” em 24 Amigos e foi comemorar os 24 Anos da sua existência.

Os tempos não estão fáceis, mas independente do volume de negócios não ser o desejável, há outros valores a que damos muitos importância e a relação de amizade com os nossos clientes deixa-nos confiantes que a sua fidelidade é uma garantia de sustentabilidade futura.

…e como dizem os meus amigos comerciantes; se já cá andamos há tantos anos, alguma coisa de bom temos que ter.

7 comentários:

Anónimo disse...

Muitos parabéns!
Com os tempos que correm, 24 anos é um exemplo a seguir!

Bjs
Catarina

Fernando Santos disse...

Olá Zé!
Na realidade os tempos não estão nada favoráveis para quem depende da sua actividade comercial. Assim, numa época em que as tecnologias de hoje, não são válidas amanhã, é para mim um enorme prazer felicitar a Electro Lider e o seu proprietário Zé Ventura pelos 24 anos de profissionalismo dedicado a uma actividade cujo êxito só é possível graças a uma constante actualização, perseverança, dinamismo, e, acima tudo, HONESTIDADE.
Desejo pois que as Bodas de Prata já tão próximas, sejam comemoradas de novo em companhia de 24 AMIGOS e mais UM!

Fernando Santos.

Antonio Abilio disse...

Parabéns Zé!
Isto é como tudo é perciso é cintinuidade plha para o Bill Gates o mais dificil foi o primeiro ano os outros é sempre para melhor.
Mais uma vez Parabéns.

Um forte abraço do amigo
Antonio Abilio

Luis Eme disse...

parabéns atrasados, Zé.

e que todos os empresários pensassem assim...

Isabel Castanheira disse...

Ventura:
Parabéns.
Espero que para o ano o bolo seja ainda maior com 25 velas.
Com amizade
Isabel Castanheira

Isabel Castanheira disse...

Ventura:
Parabéns.
Espero que para o ano o bolo seja ainda maior com 25 velas.
Com amizade
Isabel Castanheira

Joaquim disse...

Ventura, entraste numa aventura e agora é preciso que continues nela, melhores dias hão-de vir, nunca desanimes pois dos fracos não reza a história
J. Chaves