sábado, 14 de novembro de 2009

As fotografias dos amigos

Recebo com alguma frequência mails de amigos que visitam o Blog, normalmente por “acidente”, fruto de alguma pesquisa, e se têm alguma ligação às Caldas acabam por lá ficar a “esmiuçar a coisa”.
São muito reconfortantes os elogios, enviam fotos, sugestões, eu sei lá, só coisas boas que fazem bem ao ego.
Hoje peguei nalgum “material enviado” e cá está.

A foto da igreja Nossa Senhora do Pópulo foi enviada do Canadá

Daqui um caldense algures nos USA. Foi quase por acidente que encontrei este trabalho de um "Águas Mornas", Cognome que o Fernandinho (Turco), não gosta de ouvir. Mas talvez goste de ler..
Muito bem Zé Ventura..
Daqui Zé Perlengas!..Gostei de recordar através das fotos e leitura um pouco da nossa bonita cidade.
Com mais tempo irei ler e ver com mais atenção.
Um abraço caldense desde os..USA

A foto do museu chega pela mão do José Santana Marques, Um colega, um pouquinho mais velho, dos tempos escola

Um "canto" dos alunos do meu tempo. Foto tirada, creio à mais de 10 anos.(upa, upa)
O parque dantes não era mais bonito?
acho eu.

Do Canadá o António Abilio que ultimamente tem sido um leitor atento dos Blogs dos Antigos Alunos e do meu, também envia o seu contributo com esta foto dos pavilhões.

...Isto é fantástico estamos tão longe e tão perto ao mesmo tempo.
Eu estive agora mesmo a visitar o teu blog achei muito interessante, tu na realidade tens gosto pelo que fazes, porque tudo isto dá trabalho e leva tempo. Mas já dizia o velho ditado quem corre por gosto não cansa. Deixa que te pergunte isto parte da tua formação profissional ou será só um passatempo?
Pelo teu Blog reparei que és dois anos mais novo do que eu, será que nos conhecemos? Eu tenho uma vaga ideia de um Ventura, puderás avivares-me a memória, onde era o teu bairro em miudo? Talvez assim eu me recorde ou seja, ligue a cara e o nome da pessoa porque eu nasci no bairro do Viola e morei mais tarde no borlão em frente do café Avenida e quando vim para o Canadá vivia na Avenida no prédio que ficou de pé junto do grémio onde agora está o estacionamento...

A foto da praça não me foi enviada mas o meu amigo Pedro Olivença merece o destaque desta foto fabulosa.

Por último de Lisboa chegou este apontamento com uma foto

Nas minhas pesquisas, em busca de memórias das Caldas da Rainha, deparei com o blog Águas Mornas e por ali fiquei, “presa” a todas as fotos a preto e branco, que julgo serem dos meus saudosos anos 60…
Infelizmente, não vou às Caldas há uns anos mas vou sabendo de algumas modernices que, certamente, não vou gostar de ver in loco.
De cinco irmãos, a minha mãe é a única caldense, os meus tios nasceram em Alvorninha.
Nos anos 60, os meus primos e eu passávamos o mês de Agosto em casa do meu avô que, na época, morava na Rua Fonte do Pinheiro. Em frente, um muro alto albergava um macaquinho, salvo erro de nome Chico, que se passeava também, acorrentado, num poste de madeira.
No Parque alugavam-se bicicletas à hora…

As manhãs de praia, na Foz do Arelho, eram quase sempre acompanhadas de neblina e lembro-me de estar a tomar banho e a chuviscar… mas isso, para nós não tinha qualquer importância…
Íamos até às “meninas dos jornais” (em frente aos Capristanos) que nos deixavam ler as revistas aos quadradinhos…
Este mês passado nas Caldas era o ponto alto das nossas férias grandes de Verão.
……..
O meu avô frequentava 2 cafés, o café Central e o dos Capristanos, penso que na altura já era dos Claras.
………..
Fátima Castro ( http://aselhadomar.blogspot.com/ )

1 comentário:

Pézinhos na Areia disse...

Obrigada Zé pela "publicidade" ao Balada...
Aproveito também para agradecer as palavras amigas do e-mail que me enviaste.

Um grande abraço