domingo, 12 de julho de 2009

Postais das Caldas - I

Estes postais, que não foram muito divulgados, fazem parte de uma colecção editada pela Foto Articor, sendo as fotografias da autoria do proprietário o Sr. Amilcar de Figueiredo.

“Puxei” de novo o post sobre os Postais do Amilcar de Figueiredo porque o meu amigo Artur me “puxou as orelhas”.

“Os postais não foram divulgados na devida altura e é pena, porque, à excepção do primeiro, nos remetem para locais emblemáticos da cidade pouco retratados pelas edições mais comerciais. Os dois recantos da Mata Real seleccionados têm um significado muito especial para mim, pelas agradáveis reminiscências de infância que tiveram o condão de convocar a uma distância tão alargada no tempo. Apesar dos esforços desenvolvidos, continuo sem conseguir identificar os espaços documentados na segunda e na quinta fotografia. A legendagem sucinta de cada uma das imagens talvez ajudasse os mais distraídos a avivarem a memória e, quem sabe, a marcar uma visita especial «in loco»…

Então cá está o Post revisto e aumentado.

Praça da República

Moinhos do Alto da Serra do Bouro

Parque das Merendas - Mata

Mata (junto do portão da Igreja do N.S.Populo)

Casa Museu da Fábrica Bordalo Pinheiro

Estrada da Foz

"Aberta" da Foz do Arelho

Mata

Chafariz da Rua Vitorino Frois

4 comentários:

Zeii disse...

Amigo Zé
Consegues sempre preciosidades raras , como sempre gostei de postais acho estes lindos
Abraço

Artur R. Gonçalves disse...

Os postais não foram divulgados na devida altura e é pena, porque, à excepção do primeiro, nos remetem para locais emblemáticos da cidade pouco retratados pelas edições mais comerciais. Os dois recantos da Mata Real seleccionados têm um significado muito especial para mim, pelas agradáveis reminiscências de infância que tiveram o condão de convocar a uma distância tão alargada no tempo. Apesar dos esforços desenvolvidos, continuo sem conseguir identificar os espaços documentados na segunda e na quinta fotografias. A legendagem sucinta de cada uma das imagens talvez ajudasse os mais distraídos a avivarem a memória e, quem sabe, a marcar uma visita especial «in loco»…

gaivota disse...

lindossssssssssssssssss
quase vejo a minha casa no postal da praça...
beijinhos

Amilcar Figueiredo disse...

Meu caro amigo Zé Ventura<.

Se o Postal que se refere à Serra do Bouro tem mesmo essa identificação, então não terei mais do que eu me penitenciar por isso e pedir desculpa pelo lapso. Esses moinhos antigos e já num estado de abandono,estão situados entre o alto de Santo António (São Martinho do Porto) e a Serra dos Mangues,a norte, pois foi captada essa imagem fotográfica junto à Capela de Santo António...
Pelo lapso, as minhas desculpas.

Amílcar Figueiredo