terça-feira, 25 de novembro de 2008

Caldas intemporal XV – Alameda do parque



Esta perspectiva da Alameda do Parque realça ao fundo um Edifício com uma larga história.
No primeiro quartel do século XX, albergou o Clube de Recreio, que era um local obrigatório para as classes sociais mais abastadas que vinham ao “Hospital dos Banhos” em busca da cura para as suas maleitas.
A designação de “Casino” julgo que vem mais tarde, e nos anos setenta ganha a designação de Casa da Cultura, onde o CCC desenvolve as suas actividades teatrais.
Nos anos noventa é feita uma tentativa de recuperação, que embora com custos elevados, não foi coroada com sucesso e deixou o edifício no estado deplorável em que se encontra actualmente.

1 comentário:

Artur R Gonçalves disse...

Mesmo com o antigo «Casino» em ruínas, a Alameda continua soberba. É pena que os responsáveis pela preservação do Parque tenham votado o velho edifício às ruínas. Esse tipo de conduta arrasta sempre consigo custos culturais muito mais gravosos do que os financeiros. Mesmo em tempo de crise, seria bom repensar o assunto.