sábado, 30 de junho de 2012

A cerâmica das Caldas no seu melhor

Não quero ser juiz em causa própria mas têm que concordar que por aqui já passaram algumas peças muito interessantes no que às Caldas diz respeito, e as fotos de hoje ilustram bem o que digo.

Uma caixa de fósforos de cerâmica para publicitar as faianças Artísticas José A. Cunha que tinha as suas instalações na Rua Almirante Candido dos Reis (Rua das Montras).
Chávena e pires para publicitar a firma Ribas e Sobrinho, que deu lugar à firma Joaquim Baptista, na Praça da Fruta.
A frase completa da chavena é “Brinde da Casa Ribas Sobrinho – Caldas da Rainha”
O Policia prendendo o Zé Povinho por suspeita de Bomba, pois já ouviu duas detonações.
Julgo que se trata de uma peça das faianças Bordalo Pinheiro.
A Vendedeira, uma peça da Secla assinada por J Cascão

As duas últimas, o Pescador e os cestos, são das Faianças Belo.
Estas peças magnificas são do amigo José António Araújo, que amavelmente as disponibilizou para fotografar.

Sem comentários: