quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Caldas em 1947

Em 15 de Maio de 1947 o numero 38 do Jornal “O Progresso”, publicação Caldense cujo proprietário era o Dr. Leonel Sotto Mayor e tinha como director o Dr. Vieira Pereira, entre vários artigos, dava conta das actividades mais em destaque na Cidade que tinha então 8652 habitantes.

Bancos: Banco Lisboa e Açores, Banco de Portugal, Caixa Crédito Agrícola e Banco Raposo de Magalhães.
Cafés: Bar Invicta, Bocage, Central, Lusitano e Sport.
Pastelarias: Baía, Frami, Gato Preto, Cavacaria Caldense, Regina, Conde, Machado, Flôr do Liz, Primorosa e Primavera.
Cinemas: Pinheiro Chagas e Salão Ibéria.
Clubes e Associações: Propaganda e Defesa dos Interesses das Caldas, Montepio, Bombeiros, “Os Pimpões”, Clube de Recreio (Casino), Caldas S.C., Clube Campista caldense, Clube de Futebol “Os Caldenses”, Ginásio Desportivo das Caldas e Sporting Clube das Caldas.
Escolas: Escola industrial e Comercial Rafael Bordalo Pinheiro, Colégio Ramalho Ortigão e Escola do ensino primário.
Farmácias: Branco Lisboa, Caldense, Central e Freitas.
Garagens: Auto-Leiria, Auto-Reparadora das Caldas e Lisbonense.
Hotéis: Central, Copa, Lisbonense e Rosa.
Pensões: Estremadura, Parque, Portugal, Maria Daniel, Irmãos unidos, Cristina, Leiriense, Durães, Patrício, Aliança e Zambana.
Organizações Cooperativas: Grémio do Comércio, Grémio da Lavoura, Sindicato dos Empregados de Escritório e Caixeiros.

Na área da advocacia os nomes mais sonantes eram Asdrúbal Calixto, Augusto Coimbra, Carlos saudade e Silva e Calheiros Viegas.
Médicos: António Mouga Rodrigues, Bertolino Oliveira Coelho, João Vieira Pereira, Ernesto Moreira, Jovalino Vieira Lino, Costa e Silva, Manuel Ferrari, Mário Azevedo Castro, Correia Mendes e Hermínio Laborinho.

Entre outras actividades tinha também esta empresa de refrigerantes.

3 comentários:

Anónimo disse...

Se a memória não me falha nesse tempo tambem existia a Fábrica de Refrigerantes POLAR, que se situava perto da antiga garagem Caldas na esquina da rua que dá para o montepio.

Anónimo disse...

Só cheguei às Caldas em 1948. Não me recordo do "O Progresso". Bancos conheci todos. Cafés, não me lembro do Sport. Pastelarias, falta-me a Primorosa e a Primavera ( gostava de saber onde eram). Cinemas eram só os mencionados. Clubes e Associações, não conheci o de Propaganda e Defesa dos Interesses das Caldas. Clubes de Futebol, faltam-me "Os Caldenses" e o Ginásio Clube.
Escolas, foram só as duas que conheci, e penso que a do Ensino Primário era uma que ficava na Praça do Peixe ( ou não?) Farmácias conheci as quatro. Garagens só a Auto Leiria. Hotéis lá estavam os quatro.
Pensões, não recordo a Patrício nem a Aliança. Organizações Cooperativas, tudo certo menos o Sindicato dos Empregados de Escritório e Caixeiros. (Não era lá que funcionava o Clube de Inverno?) Advocacia conheci todos.
Médicos, falta-me só António Mouga Rodrigues.
Refrigerantes tudo certo. Publicidade antiga é bem gira! Pode vir mais que eu gosto.

Zé Ventura disse...

O comentário anterior é do Fernando Santos