domingo, 31 de maio de 2009

A Pandilha está de volta

A minha rapaziada, mais chegada, dos tempos “da minha guerra de Angola”, mais uma vez respondeu à chamada.
Eles são de Amarante, Castelo Branco, Pardilhó (Estarreja), Tramagal, Setúbal e por aí fora, mas foi só dizer que a “Nau dos Corvos” em Peniche servia uma caldeirada de se tirar o chapéu e foi vê-los a percorrer km para estarem presentes.
Não sei se isto é coisa de velhos, mas cada vez gosto mais disto, e como diz o mais velho do grupo, o “Primeiro Roque”, o melhor é aproveitar porque cada vez temos menos almoços para fazer.
Desta vez dois ou três amigos não puderam vir, mas ficam desde já convocados para a “reunião de trabalho” no Tramagal, quando o calendário marcar o oitavo mês.

1 comentário:

Zeii disse...

Abraço a todos e espero que um dia nada me impeça de pertencer A Pandilha