domingo, 28 de setembro de 2008

Caldas intemporal X - Avenida 1º Maio



A Avenida 1º de Maio é o exemplo do que não se deve fazer numa cidade.
A construção de edifícios de grande volumetria criou uma carga humana naquela zona que torna esta artéria pouco atraente e num amontoado de carros.
Anuncia-se a construção de um parque de estacionamento subterrâneo para a zona, mas o que era mesmo bom era o regresso à paisagem do 1ºpostal do início do século XX.

5 comentários:

Artur R Gonçalves disse...

A estação da CP lá está de pedra e cal, imponente, a marcar a diferença, a intemporalidade.
O estacionamento pode ser resolvido, a volumetria dos edifícios é que é mais difícil de disfarçar.
A ausência das amoreiras ao longo de toda a avenida é que me toca mais profundamente nas minhas memórias de infância. Quantas gerações de bichos-da-seda alimentaram no decorrer da sua história?

Luis Eme disse...

ainda me lembro das árvores... e penso que do quiosque, mas posso estar enganado...

Filipe Domingos disse...

Amigo Ventura o tempo já não volta para trás, essa paisagem apenas figurará nos postais da época.
Quanto à questão do estacionamento selvagem que existe em toda a Avenida 1º de Maio, Largo 25 de Abril e Avª da Independência Nacional, se houvesse vontade, poderia ser muito melhorada. E vontade de quem? Da Câmara Municipal e da Policia de Segurança Pública. Para essa zona mudar radicalmente a imagem, duas decisões deveriam ser tomadas. Primeira: não ser permitido estacionar nas placas centrais e na rotunda do Largo 25 de Abril. Segunda: requalificar toda a zona, que seria devidamente ajardinada precisamente nessas placas centrais, que hoje apenas têm terra e dejectos de cães. O único estacionamento permitido seria o que já existe em frente dos prédios, que se manteria.
Os carros que hoje habitualmente estacionam nos locais referidos, que são cerca de 150, estacionariam no estacionamento dos Bombeiros, no silo da Rua Fonte do Pinheiro que na maior parte das vezes está às moscas e tem cerca de 190 lugares, junto à CP e junto ao quartel da Policia.
Estou convicto que a mudança de imagem seria radical, tornando-se uma zona muito mais aprazível. Mas nada disto será feito, os poderes dominantes vão continuar a assobiar para o lado e a fazer que não vêm.

C Valente disse...

Caldas era bonito, minha esposa é dessa zona Caldas descarecterizada é feia
Saudações amigas

Anónimo disse...

Como ficou a nossa avenida... Que deceção quando hoje fui ver o triste parque infantil que lá construíram, tudo artificial, com cores horríveis, sem condições para os pais ou avós poderem descansar enquanto os meninos brincam... enfim, mudou, mudar é positivo, mas para pior não! As amoreiras do primeiro postal eram lindas e as folhas sempre alimentavam os bichinhos da seda que faziam as delícias da pequenada. Tenho pena de ver as Caldas tão descaracterizada!